O Veículo era alugado e usado por vários motoristas. A Polícia Civil do Amazonas localizou o proprietário do veículo que reuniu a foto dos cadastros utilizados para trabalhar no veículo e apresentou a vítima, que rapidamente reconheceu o autor da tentativa de estupro




Uma cliente de 21 anos pediu uma corrida por um aplicativo de transporte em Manaus e teve de se jogar do carro para não ser estuprada. O motorista foi preso em casa, no Bairro Alvorada, e a polícia afirma que ele já responde a um processo por roubo. O caso bárbaro aconteceu na noite de segunda-feira (06/01), pouco depois das 22 horas. A corrida saiu do Bairro Manôa com destino à Colônia Terra Nova, e quase no fim do trajeto ele tentou estuprar a moça no banco de trás.




A moça usou as mãos para se proteger da queda ao se jogar do veículo e divulgou algumas fotos




Em depoimento, a vítima relatou à polícia que, inicialmente, o motorista estava muito tranquilo, e que ela não havia notado, em nenhum momento, qualquer atitude suspeita. A passageira relatou em depoimento a polícia que Eltimar Antônio Ferreira, 29, desceu do veículo, um Ford Ka prata, e foi para a parte de trás tentar estuprá-la, mas foi impedido após ela travar luta corporal com ele.




"Só notei a má intenção dele quando estávamos no final do trajeto. Ele parou o carro bruscamente, veio para o banco de trás e falou, ‘Você sabe que perdeu’. Foi quando percebi que ele estava mal intencionado". Relatou a vítima em parte do depoimento


Após travar luta corporal com o motorista, a jovem conseguiu abrir a porta, se jogar do veículo e gritar por socorro. O homem fugiu e levou o celular e a bolsa da vítima. O delegado pontuou que este é um fato isolado e que a empresa de aplicativo de mobilidade não tem nada a ver com o ato praticado por este suspeito.

Não podemos generalizar, isso é um fato isolado. A empresa está nos ajudando, fornecendo informações. Tudo começou com a placa desse veículo, que foi identificada por filmagens e, posteriormente, confirmada pela vítima”, afirmou o Delegado



Cunha disse, ainda, que o veículo utilizado durante o crime era alugado e compartilhado entre outros motoristas, que não estão ligados a prática criminosa.


“Esse veículo é utilizado por vários motoristas de aplicativo, não se trata de um único motorista. Então, foi um pouco dificultoso para chegar nesse infrator específico. Identificamos todos os motoristas que utilizam esse veículo, submetemos ao reconhecimento da vítima e a mesma identificou quem praticou o crime”, pontuou.



Eltimar foi autuado em flagrante por estupro tentado e roubo consumado. Ele será encaminhado para audiência de custódia, no Fórum Henoch Reis, bairro São Francisco, zona sul de Manaus.


Via D24AM
Postagem Anterior Próxima Postagem