"Com esse aumento absurdo o governo do Amazonas ultrapassou os limites da autorização dada pela Aleam na Lei Delegada"




O deputado estadual Delegado Péricles postou um vídeo em suas redes sociais explicando sua posição durante a votação da Lei Delegada 122, de 15 de Outubro, de 2019.

Confira!!!



"Sobre o reajuste absurdo dos salários do alto escalão do Governo do Estado". 
#DelegadoPericles #Amazonas #Brasil


"Olá pessoal!

Tem muita gente me perguntando sobre esse aumento de salário do auto escalão do governo (do Amazonas).

Deixar bem claro pra vocês que eu não votei pelo aumento de salario de cargo comissionado.

A Assembléia na verdade autorizou a edição de Lei delegada pelo governo de forma bem restritiva; para criação, extinção ou fusão de secretarias e seus respectivos cargos. 

Em nenhum momento foi tratado a respeito de aumento, reajuste ou adequação de salários.

Inclusive inicialmente eu fui contra pelo prazo extenso dessa, que seria dado, para a Lei Delegada, de 90 dias, e como houve alteração para 30 dias achei razoável apenas que que houvesse essa reforma administrativa. 

Com a justificativa claro que era para enxugamento da maquina.

E na justificativa do próprio governo trazida pela mensagem governamental é até bem claro em relação para a economia do Estado.

Eu vou até apresentar pra vocês o meu pronunciamento no dia da votação: 

"Eu fui contra a Lei Delegada fazendo, realizando, uma analise politica mas quando eu olhei a mensagem que chegou e vi o quanto era restritiva a mensagem e para que fosse a Lei Delegada em relação a prazo de apenas 30 dias e do que se tratava. Questão de criar ou excluir secretarias. Que cabe justamente ao Executivo.

Sendo assim o governo ultrapassou os limites da autorização dada pela Assembléia".

Veja o vídeo: 

















Postagem Anterior Próxima Postagem