Na manhã deste domingo 12 de janeiro de 2020, a Prefeitura de Eirunepé, em parceria com as policias, Civil, Militar e Guardas Municipais, com a coordenação do Chefe de Polícia Civil de Eirunepé GONZAGA JÚNIOR, realizaram a transferência (escolta) de 6 presos perigosos, sendo alguns deles líderes da tentativa de fuga e rebelião, que estavam à disposição da justiça na unidade prisional da 7°DELEGACIA REGIONAL DE POLÍCIA CIVIL EIRUNEPÉ com destino para o Presídio Anísio Jobim em Manaus.


Com o objetivo de combater a criminalidade e violência em Eirunepé, a prefeitura municipal não mediu esforços para resolver esse “problema” perante os órgão públicos competentes na locomoção dos mesmos. Em cumprimento a lei contra o abuso de autoridade (nº 13.869/19), não se pode mais “mostrar” o rosto dos infratores.


Após o julgamento dos mesmos, 4 dos 6 presos, já haviam sido julgados pela Justiça Judiciária, sendo 3 por homicídio e 1 por estupro de vulnerável e mais 2 menores infratores que irão cumprir medidas socioeducativas por homicídio, totalizando 6 presos.

FONTE: ASCOM
ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO
Postagem Anterior Próxima Postagem