O pároco da Igreja Nossa Senhora de Lourdes, Francisco Paulo Pinto, 67 anos, foi homenageado, na noite dessa quarta-feira (11), no auditório da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), com a Medalha da Ordem do Mérito Legislativo, que agracia personalidades que contribuíram com ações e serviços relevantes em prol do povo do Amazonas. A honraria foi uma indicação do deputado Wilker Barreto (Podemos).


Com um trabalho firme de evangelização e com o papel de destaque na instituição religiosa, localizada no bairro Parque Dez de Novembro, na Zona Centro-Sul de Manaus, Francisco agradeceu o reconhecimento de Wilker e valorizou a importância de ajudar os mais necessitados. “Fiquei muito feliz pela indicação do deputado Wilker, que também sempre está envolvido nessa questão de ajudar o mais próximo e de incentivar a coletividade. Ser missionário é um trabalho que vale muito a pena e que garante o futuro de crianças, jovens e adultos”, comentou Francisco, que exerce o ofício de pároco na Igreja Nossa Senhora de Lourdes desde 1992.




Para Barreto, a entrega da medalha é uma justa homenagem, principalmente pelos trabalhos solidários realizados pelos bairros de Manaus. “Além da missão de evangelizar, o padre Francisco teve um papel preponderante na inauguração de alguns bairros de Manaus nos anos 1980 e sempre lutou pela causa dos mais necessitados, dando uma prova de amor ao próximo e pensando sempre no bem-estar de quem precisa”, explicou o parlamentar.




Histórico


Nascido em Manaus em 1952, Francisco Paulo teve atuação determinante na retirada das famílias que se instalaram ao redor da Avenida Brasil, bairro Compensa, na década de 1980, além de ajudar na implantação da comunidade naquela época. Também como religioso, trabalhou com equipe de padres e freiras prestando assistência material, médica, habitacional e alimentar para os moradores da Colônia Antônio Aleixo em meados de 1984. O padre também foi fundamental no assentamento da primeira etapa do bairro São José, na Zona Leste da capital.


Além do papel religioso, Francisco também é bacharel em Filosofia e Direito pela Universidade Federal do Amazonas. Diplomou-se em Ciências do Comportamento Humano, pelo Centro de Estudos do Comportamento Humano, órgão ligado ao Regional Norte I da CNBB. Especializou-se em Direito Civil e Processo Civil pela Universidade Cândido Mendes-RJ e pós graduou-se em Ciências da Comunicação pelo Centro de Pesquisas em Comunicação em SP.


De 1980 a 2012, integrou Comissões de Direitos Humanos e de Meio Ambiente da OAB. Também neste período foi professor concursado do quadro de professores da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Amazonas, exercendo magistério também em outras universidades particulares.


Via Assessoria de Imprensa
Postagem Anterior Próxima Postagem