O vereador de Eirunpé, Fredson Alves Pinheiro (PMN), foi mais uma vez alvo de denúncias em seu município, desta vez por suposto crime ambiental. O parlamentar, que também é policial civil, está sendo acusado de transportar ilegalmente animal silvestre em viatura da Polícia Civil (PC).


De acordo com a denúncia, feita por populares que registraram a ocorrência, mas não quiseram se identificar por medo de represálias, uma vez que o vereador possui fama de agressividade, Fredson foi visto embarcando uma tartaruga de grande porte no veículo oficial da PC. As acusações foram comprovadas com fotografias.





Ainda segundo a denúncia, o animal teria vindo do município de Itamarati e teria origem ilegal. Nas imagens, o parlamentar é visto de bermuda e camisas pretas e tênis. A ocorrência foi registrada no último dia 7 de dezembro.

A PC de Eirunepé e a Secretaria de Meio Ambiente do município informaram que não houve nenhuma apreensão ou ocorrência que justifique o transporte do animal na viatura.




Pela internet, o denunciante acusou o vereador, que está lotado na Delegacia Interativa de Eirunepé, de receber os dois salários, cerca de R$ 15 mil, em dissonância com o que dispõe o Estatuto do Servidor Público Estadual, caracterizando enriquecimento ilícito e improbidade administrativa.


Postagem Anterior Próxima Postagem