O deputado Saullo Vianna esteve no município de Parintins no último sábado (14) para prestigiar a abertura da 34ª Exposição e Feira Agropecuária de Parintins (Expopin). O evento que já foi um dos mais importantes do interior do Estado nesse segmento, não era realizado há pelo menos quatro anos, devido à ausência de incentivos do Governo. A Expopin acontece até o dia 22 de dezembro no Parque de Exposições da cidade.


O início da Expopin foi marcado por uma cavalgada que saiu da frente da Catedral de Nossa Senhora do Carmo, com destino ao Parque de Exposições Luiz Lourenço de Souza. O governador Wilson Lima, vice-governador Carlos Almeida, o titular da Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror), Petrucio Magalhães e o titular da Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (ADS), Flávio Antony, participaram do ato que, contou também com a presença de pecuaristas da região do baixo Amazonas e autoridades locais.


Para Saullo, que é o único deputado representante de Parintins na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), a retomada da Expopin reforça o compromisso do atual Governo com o desenvolvimento do interior. Saullo destacou ainda, a proposta que prevê a criação de uma Frente Parlamentar para o fortalecimento e desenvolvimento do setor primário em todo interior.

O governador Wilson Lima já havia firmado esse compromisso em junho deste ano, e agora estamos participando deste importante evento que já foi um dos maiores do Amazonas. Como deputado representante da terra, irei trabalhar junto com Governo e a Prefeitura para trazer este título de volta a nossa querida Parintins, assim como não medirei esforços para ver nosso setor primário fortalecido em todo interior
 ressaltou.


O deputado aproveitou sua passagem pela Ilha Tupinambarana para visitar a UBS Fluvial e a UBS Adrin Verçosa, no bairro Itaúna 2, acompanhado do prefeito Bi Garcia, da primeira-dama e dos colegas de Parlamento, Belarmino Lins, Joana Darc, Alessandra Campêlo e Therezinha Ruiz. 

Feliz em ver que as emendas parlamentares estão sendo liberadas pelo governo do Estado e executadas pela prefeitura. Quem ganha é a população de Parintins
 destacou Saullo.

Via Assessoria de Imprensa
Postagem Anterior Próxima Postagem