Foi aprovado na ultima Sessão Plenária de 2019, que ocorreu na noite desta quarta–feira (18), na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), o Projeto de Lei nº144/2019 de autoria do deputado Felipe Souza (Patriota) que dispõe sobre medidas a serem adotadas para identificar, acompanhar e auxiliar o aluno com o Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade TDAH e/ou dislexia na Rede Pública e Privada de Ensino do Estado do Amazonas.


Segundo Felipe Souza, que já tem a Lei municipal sancionada nº 2.260 de sua autoria quando era vereador de Manaus, o projeto prevê que professores, coordenadores, diretores e demais membros da equipe multidisciplinar da rede de ensino público e privada, possam identificar, acompanhar e auxiliar o aluno. Se o PL for sancionado pelo governador esses estudantes passarão por entrevistas para que a escola possa fazer a identificação precoce de algum transtorno de aprendizagem e elaborar um portfólio contendo as entrevistas, laudos médicos, avaliações psicopedagógicas e relatórios pedagógicos do desenvolvimento durante o ano letivo, que deverá acompanhar, obrigatoriamente, o educando no decorrer de sua formação.


“Esses transtornos causam falta de atenção e inquietação, o que prejudica o desempenho escolar. Sem tratamento ou atendimento especializado, essas crianças e adolescentes acabam deixando a escola. Queremos evitar isso também, a evasão escolar”, enfatizou Felipe Souza.


Via Assessoria de Imprensa
Postagem Anterior Próxima Postagem