Mais de 1,2 mil pessoas participaram da última edição de 2019 da Praça do Consumidor realizada, no último sábado (14), pela Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (CDC/Aleam) na Escola Municipal Ana Maria, no bairro Mauazinho, Zona Sul de Manaus. Em parceria com órgãos públicos, municipal e estadual, instituições e concessionárias, a ação ofertou mais de 15 serviços públicos.


Entre os serviços ofertados, o registro de reclamações de práticas abusivas e de cobranças indevidas, a negociação de dívidas, a contestação de faturamento e a orientação jurídica da Defensoria Pública do Estado (DPE) foram os mais procurados pelos consumidores, além da consulta ao Serviço de Proteção ao Consumidor (SPC) e cadastros Positivo e Emprego pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL-Manaus) e de agendamento para a emissão da carteira de trabalho e expedição da 2ª via da carteira de identidade.

Com o importante apoio das prestadoras de serviços públicos e de instituições parceiras, a CDC/Aleam tem conseguido desempenhar o seu papel, que é atuar em defesa dos direitos do consumidor
Destacou o presidente da CDC/Aleam, deputado estadual João Luiz (Republicanos), ao agradecer a Prefeitura de Manaus, o Governo do Estado, a CDL-Manaus e a DPE pela parceria ao longo do ano.


A dona de casa Michele Alves aproveitou a Praça do Consumidor para tirar a carteira de identidade dos três filhos, de 8 e 6 anos e um bebê de oito meses. “É uma excelente oportunidade para quem não tem tempo nem dinheiro para obter alguns serviços. No meu caso, aproveitei para tirar o RG dos meus filhos. O deputado João Luiz está de parabéns pela iniciativa de trazer esses serviços para os bairros”, afirmou.


Já a vendedora Maria José Lopes se mostrou satisfeita com a resolução de uma pendência com a empresa Águas do Amazonas. “Como só eu estou trabalhando em casa, atrasamos alguns pagamentos e as contas de água foram acumulando. A dívida estava bem alta, mas consegui negociar em parcelas que cabem no meu bolso. É bom participar de ações como essa, que tem resultados rápidos e eficazes para o povo”, completou.


Além da CDC/Aleam, a ação contou com os atendimentos das equipes da DPE-AM, Câmara de Dirigentes Lojistas de Manaus (CDL-Manaus), Correios, Secretaria de Estado de Justiça e Cidadania (Sejusc) e das secretarias municipais de Finança e Tecnologia da Informação (Semef), da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc) e Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi/Sine).


Também estiveram presentes prepostos das concessionárias Águas de Manaus e Amazonas Energia, e uma linha direta com as operadoras de telefonia e internet Vivo, TIM, Claro, Oi e Net foi disponibilizada aos consumidores, que puderam negociar débitos e tirar dúvidas junto às empresas.




Praça do Consumidor



De março a dezembro deste ano, a Praça do Consumidor, coordenada pela CDC/Aleam, já percorreu bairros e comunidades de Manaus e do interior do Estado e realizou mais de 10 mil atendimentos. Segundo João Luiz, a descentralização das atividades foi algo pensado para que as ações da CDC/Aleam atingissem um público mais amplo, diferente das pessoas que já conhecem e procuram a comissão na sede da Aleam.


Com a Praça do Consumidor, expandimos a atuação da CDC/Aleam levando atendimentos aos bairros, às comunidades e aos municípios do interior. Além do atendimento, orientamos o consumidor quanto aos seus direitos e aproximamos, ainda mais, o Poder Legislativo da população
 afirmou João Luiz.


Para 2020, a meta é ampliar o projeto para que chegue, principalmente, às comunidades de difícil acesso do Estado do Amazonas.


Via Assessoria de Imprensa
Postagem Anterior Próxima Postagem