A qualidade da água fornecida à população de Parintins (a 369 km de Manaus) foi destaque na Sessão Plenária da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) desta quarta-feira (18) por conta de uma Cessão de Tempo que apresentou o resultado da análise feita pelo Serviço Geológico do Brasil (CPRM). A Cessão de Tempo foi de autoria do deputado estadual Sinésio Campos (PT), que, durante a apresentação o gerente de hidrologia do CPRM, José Luiz Marmos, falou sobre os resultados da análise.

O trabalho apontou alto nível de acidez da água, ao passo que Marmos sugeriu a construção de uma Estação de Tratamento de Água (ETA) no município, além da desativação gradual dos poços artesianos e da adição de alcalinizantes para elevação do ph da água.


De acordo com Sinésio, o laudo é resultado de um trabalho conjunto das Comissões de Geodiversidade, Recursos Hídricos, Minas, Gás, Energia e Saneamento e da Comissão de Meio Ambiente, Desenvolvimento Sustentável e Proteção aos Animais, devido a denúncias vindas do município. O resultado será encaminhado para os órgãos competentes.


O deputado Saullo Vianna (sem partido) reforçou a importância da análise da água em Parintins, afirmando que, após apontado o problema, os parlamentares devem buscar uma solução para adequar a água do município, além de se colocar a disposição para colaborar nesse sentido.


O deputado João Luiz (Republicanos) comemorou o aporte de R$ 300 mil da Secretaria Nacional de Mulheres para a modernização do Centro Estadual de Referência à Mulher, que vai proporcionar condições dignas e facilitar o acesso às políticas públicas. João Luiz também falou sobre uma reunião feita na última terça-feira (17), em Brasília, com a Agência Nacional de Aviação Aérea (Anac) a sobre a possibilidade de operacionalização aérea por empresas estrangeiras em voos pelo interior do Amazonas.

Uma Sessão Especial, proposta em conjunto pela deputada Therezinha Ruiz (PSDB) e pelo presidente da Assembleia, deputado estadual Josué Neto (PSD), entregou a Medalha Ruy Araújo ao desembargador e Ouvidor Judiciário do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), Elci Simões de Oliveira.

Via Assessoria de Imprensa
Postagem Anterior Próxima Postagem