O deputado Adjuto Afonso (PDT) entregou a Comenda “Ordem do Mérito Legislativo” a superintendente do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-AM), Lamisse Said, pelos serviços prestados ao Estado do Amazonas na área do Empreendedorismo. A solenidade, que homenageou 25 personalidades públicas aconteceu na noite de quarta-feira (11), no auditório Belarmino Lins, sede da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam).

Lamisse Said recebeu a homenagem das mãos do parlamentar e falou de sua emoção com a honraria. “Momento de muita alegria e emoção. Estou muito honrada por estar sendo homenageada por um trabalho de cerca de quase três décadas em prol dos pequenos negócios no Amazonas e no Brasil. Os pequenos negócios tem a sua grande importância na geração de emprego e renda; e representam mais de 98% de todas as empresas brasileiras. Então é realmente quem faz a roda da economia girar”, declarou, a superintendente.

O deputado Adjuto Afonso declarou que para ele é uma grata satisfação prestar homenagem a alguém que vem contribuindo com um segmento que ele tem como bandeira de luta. “Fico feliz em ter indicado a Lamisse para receber essa homenagem. A continuidade da parceria entre o Sebrae e a Frente Parlamentar Empreendedora abriu leques de opções para os trabalhadores que buscam oportunidade e formalização, e ela nos abriu as portas. Só temos a agradecer à superintendente pelo apoio e envolvimento com a causa”, disse o deputado.

No ano de 2019, o Sebrae-AM totalizou mais de 150 mil atendimentos pelos municípios do Amazonas, levando qualificação aos trabalhadores do interior que não têm recursos para se deslocarem à capital.



Sobre a homenageada



Atuando no Sebrae há 29 anos, bacharel em Ciências Econômicas, pós-graduada em engenharia de produção, especializada em Políticas Públicas para MPE´S e pós-graduada em Gestão de Pequenos Negócios, Lamisse Said da Silva Cavalcanti iniciou suas atividades em 1990, como estagiária. Sua trajetória é marcada pela ascensão administrativa e ocupação de todos os cargos de chefia no órgão, chegando ao posto máximo das operações executivas como diretora superintendente, para a gestão de 2019 a 2022.

A Medalha foi instituída nos termos da Resolução Legislativa nº 319, de 14 de agosto de 2002, consubstanciada no Projeto de Resolução Legislativa nº 16, de 1º de agosto de 2002 e é concedida a soberanos chefes de estado e governo, políticos, magistrados, membros do Ministério Público, militares, diplomatas, professores, cientistas, escritores, servidores, desportistas e outras personalidades, pelos relevantes serviços prestados no cumprimento do interesse público.


Via Assessoria de Imprensa
Postagem Anterior Próxima Postagem