De autoria do deputado Adjuto Afonso (PDT), o Projeto de Lei que concede Título de Cidadão do Amazonas ao empresário Nelson Azevedo, vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam), foi aprovado pelos demais parlamentares na Assembléia Legislativa do Amazonas (Aleam).


Nelson Azevedo, natural de Oriximiná (PA), chegou ao Amazonas ainda adolescente e, desde então, começou a desenvolver atividades comerciais e industriais, contribuindo para alavancar a economia do Estado com a criação de vagas de empregos, dando oportunidade para melhorar a qualidade de vida da população amazonense.


Economista, formado pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam), onde foi membro do diretório acadêmico, presidente da Associação Atlética e Diretor da Federação Amazonense Universitária de Desportos (Faud), Nelson Azevedo fez carreira pública, na ocasião, foi nomeado oficial de exatorias da Secretária de Estado da Fazenda (Sefaz-AM). Aos 51 anos, foi eleito Economista do ano pelo Conselho de Economia da 13º vara.


Também foi diretor da Moto Honda da Amazônia Ltda, o que lhe preparou para alçar novos voos no ramo do empreendedorismo, chegando então à presidência da Poliamazon Metalúrgica da Amazônia, empresa que gera 100 empregos diretos em atividades de estamparia e pintura sob o comando visionário do empresário.


De acordo com a justificativa do projeto, o Titulo de Cidadão é a mais alta honraria do estado a quem presta serviços importantes. O deputado Adjuto Afonso, defensor declarado de setores que fomentam a economia, explicou que a homenagem é justa e um ato de gratidão, uma vez que, Azevedo vem cada vez mais ocupando cargos de progressiva proeminência, como o que exerce agora sendo o primeiro vice-presidente da Fieam.


Na função, ele vem intercedendo e defendendo arduamente o modelo Zona Franca de Manaus (ZFM), mola propulsora da economia do Amazonas. “Esta homenagem é um ato de plena gratidão e reconhecimento pelo trabalho desenvolvido pelo ilustre Nelson Azevedo, ao exercer relevante influência no setor econômico, primário e para o empreendedorismo do Amazonas”, disse o deputado Adjuto Afonso.

Via Assessoria do Deputado
Postagem Anterior Próxima Postagem