Moradores e policiais afirmam que o Prefeito Artur Neto acompanhou a mulher até a cena do crime.

Alejandro Valeiko não foi agredido com coronhadas.

Elisabeth Valeiko lavou a casa e alterou a cena do crime de forma dolosa.

A Polícia tem certeza que Alejandro Valeiko é o assassino de Flávio Rodrigues.



Manaus – AM: a defesa do ‘laranja’ de Alejandro Valeiko, Mayc, Josemar Berçout, está requerendo que ele seja transferido da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) para uma unidade prisional.

Manobra da defesa para atrapalhar as investigações do caso Flávio.

O fato novo, segundo moradores do condomínio Passaredo, Elisabeth Valeiko chegou ao condomínio acompanhada de um homem, que os moradores e policiais afirmam que era o prefeito Artur Neto, o motorista era o do Prefeito Artur Neto.


Como ele (Artur Neto) não larga a mulher pra nada, parece um catarro de parede, podemos afirmar que a pessoa que estava no veículo era o Prefeito Artur Neto. Alfinetou um policial, com razões obvias não vamos divulgar o nome do servidor.


Foi ela (Elisabeth Valeiko) que lavou a casa para dificultar as investigações da PC, arrumou os moveis que estavam fora de lugar após a luta corporal, seguida de morte.


Se fosse outro cara que tivesse matado o Flávio – porque ela (Betinha Furação) lavaria a cena do crime? Elisabeth lavou casa para proteger seu filho Alejandro Valeiko, outra coisa o Alejandro Valeiko não levou coronhada nenhuma, é mais uma mentira da mãe dele, com certeza será indiciada e possivelmente terá sua prisão solicitada. Dispara o policial civil.


Postagem Anterior Próxima Postagem