A vice-presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputada estadual Alessandra Campêlo (MDB), elogiou o investimento do Governo na obra de reforma e ampliação do Hospital Infantil Dr. Fajardo, na Avenida Joaquim Nabuco, em Manaus. A revitalização contou com R$ 407.842,11, direcionados pelo Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS).


Segundo o Governo, a reforma e ampliação da unidade incluiu serviços de manutenção na pintura, piso, troca de portas, modulações, recuperação da fachada, além da reativação de 12 leitos que estavam bloqueados. “Ações como essa mostra que o Governo está no caminho certo, fazendo um trabalho de formiguinha, recuperando a parte física das unidades de saúde e fazendo todos os esforços para colocar em dia os atrasos deixados pelas gestões anteriores”, comentou Alessandra, que esteve na solenidade de reinauguração, na última segunda-feira (11).





Multidisciplinar



O Hospital Infantil Dr. Fajardo atende crianças e adolescentes de 0 a 18 anos de idade, com uma equipe multidisciplinar nas seguintes especialidades: Cirurgia Pediátrica, Enfermagem, Endocrinologia, Fonoaudiologia, Imunização, Laboratório, Pediatria, Nutrição, Odontologia, Psicologia, Radiologia e Serviço Social.


Mensalmente são atendidas aproximadamente 3 mil crianças na instituição, nas mais diversas especialidades. O ambulatório funciona de segunda a sexta-feira e atende, em média, 300 crianças por dia, com a realização de mil procedimentos, entre consultas, vacinas e palestras.



Referência



O Dr. Fajardo é referência no Amazonas e em estados vizinhos nas cirurgias de queiloplastia (reconstrução dos lábios) e palatoplastia (reconstrução da anatomia que separa a cavidade nasal e oral), e em atendimento odontológico a crianças autistas. De acordo com a instituição, o serviço atende pacientes com grau de autismo considerado severo, em procedimentos cirúrgicos e odontológicos que só podem ser feitos dentro de um centro cirúrgico. São realizadas, em média, 65 cirurgias por semana na unidade.

Das cirurgias labiopalatais realizadas no hospital, a queiloplastia é realizada em pacientes a partir dos 3 meses de idade. Já a palatoplastia é feita a partir dos 12 meses.


Via Assessoria da Deputada
Postagem Anterior Próxima Postagem