"Com mais de R$ 2 bilhões extras entrando nos cofres do Estado, ainda em 2019, parcelar o salário do servidor só comprova o desastre político em que se meteu o povo do Amazonas, elegendo um paraquedista ao trono do Palácio da Compensa", afirma Dermilson





O deputado estadual Dermilson Chagas (PP) publicou em sua rede social hoje (12) um desagravo ao governador Wilson Lima e disparou.



Confira a integra da publicação:


Hábil com palavras, incompetente na gestão.



Brincar com um anão engraçado na TV, fazendo-o dançar em passinhos coreografados, é muito fácil. Fazer demagogia barata com frases de efeito, palavras bonitas decoradas e muito discurso vazio, escalado no papel de arremedo de apresentador televisivo, é fácil também. Criticar o que nunca sequer havia feito antes, nem como administrador de buteco de esquina, é mais fácil ainda. Difícil mesmo, agora está claro, é governar um Estado. E não é tarefa para amador. Tudo isso, junto, resume o governo do "novo" de Wilson Lima.


O atraso de salário imposto aos funcionários públicos é apenas mais um golpe dado por um gestor incompetente à economia local. Com arrecadação em alta e retomada de crescimento econômico em todo o país, com mais de R$ 2 bilhões extras entrando nos cofres do Estado, ainda em 2019, parcelar o salário do servidor só comprova o desastre político em que se meteu o povo do Amazonas, elegendo um paraquedista ao trono do Palácio da Compensa.


Na verdade, o povo não soube avaliar o quão trágico poderia ser, como de fato está sendo, alçar ao poder máximo do Estado alguém tão despreparado para desempenhar o cargo de governador, piorado pela ausência de projetos pensados para dar solução aos graves problemas que afligem, hoje, todos os setores do governo. Certo é que daquele que sobrevivia de transformar em espetáculo as mazelas de governos anteriores, expondo-lhes as vísceras, que a todos prometia o algo de novo, que falava em austeridade administrativa, em enxugamento da máquina, nada parece ter restado, senão um ser desnorteado, sem rumo, totalmente perdido no deslumbramento do poder.


Na gestão do caos, por absoluta incompetência e maldade, ignora-se até que o atraso do salário do servidor no final do ano, retirando de circulação o expressivo valor da folha salarial de dezembro, em pleno período de festas de Natal e Ano Novo, resultará em queda nas vendas, consequente enfraquecimento do comércio e da economia local, comprometendo a arrecadação e a geração de emprego e renda. Afinal, são empresas que em cenários de crise, logo tendem a demitir, tornando o que já está ruim para o trabalhador, sempre em algo que pode ficar pior. Muito pior!


E toda essa sucessão de tragédias não aconteceu por acaso.Sem fazer o dever de casa, a conta chegou e a fatura precisa ser paga. Qual a próxima crise, governador?


Publicou Dermilson Chagas em sua rede social.

Veja no vídeo abaixo: 





Fonte, vídeo e foto: Facebook 



Postagem Anterior Próxima Postagem