A Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) retomou os trabalhos na Sessão Plenária desta terça-feira (29) com intensidade, realizando três Cessões de Tempo durante a manhã. A primeira delas, de autoria do deputado estadual Delegado Péricles (PSL) deu oportunidade para os médicos Mônica Bandeira de Melo e Gerson Mourão, ambos atuantes na Fundação Centro de Controle de Oncologia (FCecon), para pedir aos parlamentares ajuda na aquisição de aparelhos essenciais no combate ao câncer de colo de útero no Amazonas.


Outra Cessão de Tempo, desta vez proposta pelo presidente da Casa, deputado estadual Josué Neto, divulgou o trabalho do Grupo de Pesquisa “Química Aplicada à Tecnologia e Central De Análises Químicas” da Universidade do Estado do Amazonas (UEA). Na oportunidade, o coordenador do grupo, Prof. Dr. Sergio Duvoisin Junior, destacou a produção científica de 60 artigos científicos por ano em revistas de renome internacional, além da produção de enzimas e o monitoramento de qualidade de água, convidando os deputados a conhecerem a estrutura do projeto.


Na última Cessão de Tempo do dia o deputado estadual Wilker Barreto (Podemos) tratou sobre alergia alimentar com a presença da socióloga e cofundadora do grupo Alergia à Proteína do Leite de Vaca (APLV Manaus), Daniela Canindé e Raquel Yara, fundadora do grupo. Ambas são mães de crianças com restrições alimentares e falaram sobre as dificuldades na criação de crianças com alergia e restrições alimentares, como custo alimentar, a pouca variedade de determinados alimentos e a falta de identificação, entre outros.


Em pronunciamento no Pequeno Expediente o deputado estadual Cabo Maciel (PL) registrou visita ao município de Itacoatiara (a 176 km de Manaus) no último fim de semana, onde assistiu o campeonato Master (Veteranos) e parabenizou os 12 clubes participantes, além do Sempre Vasco, que foi campeão. Para o deputado o incentivo ao esporte é válido tanto em termos de saúde, quanto econômicos, visto que o campeonato atrai visitantes.


O deputado João Luiz (Republicanos) falou sobre os protestos da população de Nhamundá (a 383 km de Manaus) pela má qualidade de prestação de energia elétrica no município. Segundo o deputado os municípios de Carauari (a 788 km de Manaus) e Codajás (a 240 km de Manaus) também apresentam problemas em relação ao fornecimento de energia elétrica.


Fausto Junior (PV) repercutiu a reportagem do programa Fantástico sobre a desativação do Hotel Tropical, destacando a necessidade de incentivo ao setor hoteleiro no Amazonas, como fomento ao turismo.


Adjuto Afonso (PDT) registrou participação em um encontro na cidade de São Paulo com empresários, debatendo maior liberdade para os empreendedores brasileiros. O parlamentar destacou um Projeto de Lei de sua autoria sobre o código de defesa do empreendedor. Para Adjuto, o código vai orientar melhor e facilitar a vida dos futuros empreendedores que também precisam de mais incentivo do Amazonas.


Via Diretoria de Comunicação
Postagem Anterior Próxima Postagem