Uma das lutas dos dois mandatos da deputada estadual Alessandra Campêlo (MDB), o fortalecimento do setor primário ganhou força e visibilidade este ano com a volta da Exposição Agropecuária do Amazonas (41ª Expoagro). A feira começou na última quinta-feira (3) e vai até domingo (6), no Centro Universitário Nilton Lins, no Parque das Laranjeiras, Zona Centro-Sul de Manaus.

“A volta da Expoagro é uma luta nossa, uma luta do nosso mandato, é o maior evento de agronegócios do Amazonas. Muito mais do que a população pode ver, que é diversão, que é esse contato com o mundo rural que as pessoas não conhecem, esse é o momento em que o Governo fortalece o setor primário ao tirar o ICMS dos implementos e insumos agrícolas, valorizando os produtores rurais e gerando milhões em negócios”, disse a deputada.

Segundo o Governo, nesta edição a Expoagro deve movimentar R$ 30 milhões e atrair um público de 350 mil pessoas até o próximo domingo. Durante o evento, o governador Wilson Lima assinou decretos e termos de cooperação que beneficiam produtores rurais, agricultores, piscicultores e pecuaristas.


Novo espaço em 2020

Este ano, a Expoagro retornou de forma provisória na Nilton Lins, mas, na avaliação de Alessandra, a feira será melhor ainda em 2020. Tudo porque o Estado já tem um terreno doado pela União, no Km 2 da BR-174,  onde será construído o novo Parque de Exposições. O local contará com 120mil m² de área para circulação de pessoas e expositores, sistema de vigilância, arruamento e estacionamento próprio.

“Será um dos maiores parques de exposição do País e um marco no setor primário do Amazonas. Fico feliz por participar efetivamente dessas conquistas para a nossa gente”, concluiu a vice-presidente da Assembleia Legislativa, entusiasta da Expoagro desde o tempo em que participou da administração da Secretaria de Estado da Produção Rural (Sepror).

Via Assessoria da Deputada
Postagem Anterior Próxima Postagem