Por meio de uma indicação ao Governo do Estado, o deputado estadual João Luiz (Republicanos) irá propor uma parceria público-privada com a concessionária Amazonas Energia para a instalação de grades de proteção ao longo da ponte Jornalista Phelippe Daou, mais conhecida como ponte Rio Negro. 



De acordo com João Luiz, a ideia é que, pelo fato de a Amazonas Energia estar utilizando a estrutura da ponte, a empresa instale o gradil como contrapartida.

Temos ciência de que não é uma obra simples, mas acreditamos que uma parceria público-privada pode viabilizar a instalação dessas grades de proteção. O governo disponibilizou a estrutura da ponte para a instalação de cabos aéreos à Amazonas Energia e, na última quarta-feira (16), o governador Wilson Lima autorizou a realização de estudos para a implantação de uma segunda linha de transmissão de energia para Iranduba e Manacapuru. E nós queremos as contrapartidas da concessionária, uma delas pode ser o engajamento nesse projeto do gradil
 afirmou o parlamentar.


João Luiz comentou, ainda, que já reuniu com o secretário de Estado de Infraestrutura, Carlos Henrique Lima, para discutir o assunto, bem como a viabilidade do projeto. 



Devido ao tamanho da ponte, é necessário que engenheiros e técnicos avaliem os custos e a viabilidade do projeto. No entanto, de acordo com alguns levantamentos, constatamos que a instalação do gradil é uma realidade na cidade de Natal e Rio de Janeiro. Esperamos que, com a parceria público-privada, o projeto também seja concretizado em Manaus

ressaltou o republicano. 



Segundo a coordenadora do projeto “Ponte Segura”, a médica psiquiatra Alessandra Pereira, somente este ano, 66 ocorrências foram registradas, com tentativas e suicídios sendo computados a cada 4 dias em Manaus. Na tarde da última quarta-feira (16), uma mulher entrou para a triste estatística de suicídio em Manaus, ao se jogar da ponte Rio Negro.



Solicitação


No início de setembro, o deputado João Luiz fez uma indicação ao Governo do Estado para a instalação de grades de proteção na ponte Rio Negro e, desde então, tem debatido e discutido a viabilidade do projeto com técnicos, arquitetos e engenheiros do governo. Na opinião do parlamentar, a instalação de grades vai reduzir o número de tentativas de suicídio e acidentes no local.


Via Assessoria do Deputado
Postagem Anterior Próxima Postagem