O deputado estadual Álvaro Campelo (Progressistas) usou a tribuna da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), na manhã desta quarta-feira (30), para repercutir a decisão da diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) que aprovou nesta terça-feira (29), redução nas tarifas dos consumidores atendidos pela Amazonas Energia.


De acordo com o deputado Progressista, embora a notícia garanta uma redução de 5,96% para as residências, as cobranças abusivas continuam em especial no interior do estado, e disse:

Diariamente tenho recebido reclamações de cobranças abusivas que têm afetado os mais diversos municípios, a exemplo de Parintins, Maués, Nhamundá, Juruá, Pauini, Lábrea, Presidente Figueiredo, Manacapuru, Santa Isabel do Rio Negro, Carauari entre outras localidades. Esta empresa precisa explicar aos órgãos de defesa do consumidor, com a presença de vereadores e prefeitos, o porquê destas cobranças abusivas que, em muitos casos, ultrapassam 100%. Mais do que explicações, precisamos de providências porque quem está sendo penalizado é o agricultor, o pescador, o aposentado e o assalariado, que mal têm para colocar comida em sua mesa e, agora, vão pagar uma conta absurda de energia elétrica
afirmou Campelo.


Na oportunidade, o parlamentar anunciou que um novo requerimento será protocolado na Aleam, nesta quarta-feira (30), solicitando mais uma vez, a convocação da diretoria da Amazonas Energia para dar uma resposta definitiva aos problemas que vêm causando diversos prejuízos à população. Na última terça-feira (22), a concessionária esteve na Aleam para expor o plano de ampliação do programa “Luz para todos”, mas não respondeu os questionamentos feitos sobre o aumento na tarifa dos consumidores.


Ainda em discurso, Álvaro Campelo destacou a operação realizada, na madrugada desta terça-feira (30), pela Policia Militar do Amazonas na zona Sul, que terminou com 27 suspeitos por tráfico de drogas mortos em Manaus, 17 armas de fogo apreendidas, entre pistolas e uma submetralhadora, além de munições e um carro roubado. “Essa é a prova inconteste de que o Governo do Estado do Amazonas está enfrentando a criminalidade e está combatendo o tráfico de drogas. Antes o bandido morto, que o pai de família. Antes o criminoso morto que o professor. Antes o delinquente morto do que o cidadão de bem. Parabéns à Rocam e a Secretaria de Segurança pela ação policial em defesa do cidadão de bem”, finalizou o deputado.


Via Assessoria do Deputado
Postagem Anterior Próxima Postagem