Pátria Amada Brasil

Pátria Amada Brasil
Governo Federal

Praça do Consumidor da CDC/Aleam realiza 700 atendimentos na Compensa


Em dois dias, aproximadamente 700 atendimentos foram realizados durante a edição da Praça do Consumidor, evento promovido pela a Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Amazonas (CDC/Aleam), no bairro Compensa, Zona Oeste de Manaus. A ação contou com a presença de prepostos das concessionárias Águas de Manaus e Amazonas Energia.

Entre os serviços ofertados, o registro de reclamações de práticas abusivas e de cobranças indevidas; a negociação de dívidas e a contestação de faturamento foram os mais procurados pelos consumidores, além da consulta ao Serviço de Proteção ao Consumidor (SPC) e cadastros Positivo de Emprego pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL-Manaus).

“O trabalho realizado em parceria sempre gera bons resultados. E a Comissão de Defesa do Consumidor tem contado com o importante apoio das prestadoras de serviços públicos e de instituições parceiras para desempenhar o seu papel, que é atuar em defesa dos direitos do consumidor”, destacou o presidente da CDC/Aleam, deputado estadual João Luiz (Republicanos).

João Luiz ressaltou, ainda, que a maioria das pessoas que procurou a “Praça do Consumidor” teve o problema resolvido. “Como disponibilizamos representantes das empresas, o consumidor consegue um atendimento direto, com negociações e conciliações. E o resultado é o problema solucionado de forma rápida e eficaz”, completou.

Com uma dívida de R$ 81.187 com a Águas de Manaus, acumulada em 18 anos, a dona de casa Maria das Graças Assis encontrou na Praça do Consumidor uma solução para a sua dor de cabeça. “Sou proprietária de uma casa no bairro Zumbi e a alugo para complementar minha renda familiar. Mas infelizmente, por conta da irresponsabilidade de alguns inquilinos, o imóvel acumulou uma dívida de mais de R$ 81 mil. E, com a ajuda da CDC/Aleam, negociei o valor, que caiu para R$ 6,2 mil”, explicou a consumidora, que conseguiu reverter a situação dando R$ 200 de entrada e mais 120 parcelas de R$ 50.

Moradora do bairro Compensa, Cristiane Moura também buscou atendimento na ação da CDC/Aleam para contestar o valor cobrado pela Águas do Amazonas. “A minha conta de água veio no valor de R$ 860. Por considerar o valor absurdo, vim procurar meus direitos e pedir uma reavaliação na leitura do contador. Mas, com a intervenção da CDC/Aleam, consegui reaver esse valor e minha conta, antes de R$ 860, foi corrigida e ficou em R$ 38,34. Estou muito satisfeita com esse resultado”, afirmou a consumidora.

Durante a ação, foi disponibilizada, ainda, uma linha direta com as operadoras de telefonia e internet Vivo, TIM, Claro, Oi e Net, pela qual os consumidores puderam negociar débitos e tirar dúvidas junto às empresas. Essa foi quinta edição da “Praça do Consumidor” que, desde março, já percorreu o Centro de Manaus, Manoa, Viver Melhor e Jorge Teixeira.

Via Assessoria do Deputado

Tecnologia do Blogger.