A produção de hortigranjeiros do município de Iranduba (a 27 quilômetros de Manaus) recebeu incentivo de mais de R$ 542 mil do Governo do Amazonas com a entrega de veículo e equipamentos agrícolas a três associações locais. A ação promovida pelo Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS) com apoio do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam) aconteceu na manhã desta terça-feira (03/09), na sede do Idam local.


A secretária executiva do FPS, Kathelen dos Santos, destacou que o município de Iranduba é prioridade no governo de Wilson Lima. “Fico muito feliz quando vejo os objetivos do FPS sendo alcançados de fato como agora. Nosso objetivo além de gerar emprego e renda é melhorar a vida do cidadão, e os técnicos do Idam são importantes nesse apoio e assistência não só aos produtores, mas também às instituições que precisam chegar até eles”, disse Kathelen, ao pontuar que o Idam irá dar todo treinamento técnico para esses associados manusearem esses implementos.  


Para a diretora-presidente do Idam, a engenheira agrônoma Eda Oliva, o FPS é importantíssimo para o setor primário porque visa facilitar o trabalho produtivo desses agricultores. “É importante também que o agricultor familiar e produtor rural trabalhem de forma organizada através de associações para que consigam acessar às políticas públicas com mais facilidade e fortalecer o processo produtivo”, enfatizou a presidente, ao destacar que o município de Iranduba está de parabéns pelo potencial na produção de hortigranjeiros e pelo trabalho organizado.


Entre os equipamentos e implementos agrícolas entregues à Associação dos Trabalhadores Rurais da Comunidade Nova Esperança (ATRCNE), Associação dos Produtores Agrícolas do Ramal do Pupunhal (Aparp) e Associação de Desenvolvimento Comunitário Sete de Setembro (ADCSS) estão tratores agrícolas, enxada rotativa, grade aradora, roçadeira central, carreta agrícola, distribuidor de fertilizante, perfurador de solo e carro de mão com pneu.


“Vamos conseguir trabalhar sem aquele esforço da enxada que antes passávamos horas para preparar a terra, e, a partir de agora, com esses implementos vamos produzir mais em um tempo menor, o que irá nos dar a oportunidade de aumentar nossa renda”, completou a presidente da Aparp, Francisca do Vale Silva, 59 anos.


Vale ressaltar, que a Aparp já comercializa a produção para o Programa de Regionalização da Merenda Escolar (Preme) há mais de 10 anos.


Participaram da solenidade de entrega o prefeito de Iranduba, Francisco Gomes, diretor de Planejamento Institucional do Idam, Amando Jorge, gerente do Idam/Iranduba, Jean Magalhães e o responsável pela unidade local de Sanidade Animal e Vegetal da Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Amazonas (Adaf), Raylen Soares. 


Tecnologia - Para o diretor técnico da Agência de Desenvolvimento Sustentável (ADS), Heitor Liberato, a tecnologia quando inserida na vida dos produtores aumenta a produção e produtividade. “Equipamentos como trator, roçadeira, carreta agrícola e pulverizador vão facilitar e agilizar todo o sistema processo produtivo, além de otimizar a mão de obra”, destacou.   


O presidente da Associação ATRCNE, Bianor Oliveira, 69 anos, destacou que a tecnologia agiliza o trabalho no campo. “Se antes sem um trator já produzíamos, agora vamos produzir muito mais. Demorávamos de dois a três dias para fazer o enleiramento na base da enxada e agora vamos fazer todo esse trabalho em uma hora com o uso desses equipamentos”, comemorou.


Entre a produção de alimentos cultivados no município de Iranduba se destacam o coentro, pepino, cebolinha, alface, mamão, laranja e melancia.


Via SECOM

Postagem Anterior Próxima Postagem