A convite da Prefeitura de Rio Preto da Eva (a 78 km de Manaus), o deputado estadual, Álvaro Campelo (Progressistas) esteve, no último sábado (28), no município para conhecer de perto o projeto do Distrito Agroindustrial. O parlamentar preside um Grupo de Trabalho que estuda a instalação de um polo nos mesmos moldes, em Itacoatiara.

Acompanhado do prefeito, Anderson Souza (PROS), do vice-prefeito, Neto do Baixo Rio (PSDB), e do Superintendente da Suframa, Alfredo Menezes, eles visitaram empresas e indústrias que já desenvolvem atividades econômicas na região com base no agronegócio.

De acordo com o Álvaro Campelo, o objetivo é conhecer in loco a potencialidade do município para seguir com o planejamento de instalação do polo. “Visitamos diversas fábricas instaladas na região que concentram atividades no processamento de açaí, cupuaçu, doces, pescado, suíno, entre outras produções que, sem dúvida alguma, serão ampliadas ao longo da AM-010 com a instalação do distrito agroindustrial, gerando mais emprego e renda para a população da região”, avaliou Campelo.

O parlamentar destaca ainda que a proposta passa uma mensagem muita clara quanto à desburocratização que o modelo Zona Franca pode proporcionar aos pequenos empresários.  “Precisamos desburocratizar todo esse processo para avançar, e é disso que o Brasil precisa. Hoje, infelizmente, muitos negócios acabam fechando suas portas por conta da extrema burocracia. Essa proposta de facilitar a vida do pequeno agricultor, do pequeno empresário é vital para que o município cresça, para que o estado cresça e, consequentemente, para que o nosso país também possa crescer” afirmou o deputado Progressista.

Anderson Souza diz que o distrito agroindustrial vai transformar pequenos produtores em grandes empreendedores, que resultará numa economia mais forte para o município e para o estado.

O projeto está na fase de planejamento e, segundo o titular da Suframa, a projeção é que, entre 2020 e 2025, pelo menos 50 agroindústrias de exploração em biojoias, extratos naturais, óleos vegetais, fitoterápicos, cultivo de frutas, criação de suínos, bovinos, aves, peixes, pesca, movelaria, entre outras atividades estejam instaladas em Rio Preto da Eva.



Via Assessoria do Deputado
Postagem Anterior Próxima Postagem