O prazo para submeter projetos científicos no 5º Congresso Pan-Amazônico de Oncologia, realizado pela Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), foi prorrogado até o dia 19 de agosto. Em 2017, foram recebidos 120 trabalhos científicos e a expectativa para este ano é alcançar o mesmo quantitativo.

O Congresso Pan-Amazônico de Oncologia é bienal e é organizado pela Diretoria de Ensino e Pesquisa (DEP) da FCecon. Neste ano, o congresso tem como tema “Assistência Integrada em Oncologia: Redefinindo a abordagem ao paciente” e será realizado de 17 a 20 de setembro.

Além da submissão de trabalhos, que ocorreria até 12 de agosto, mas foi prorrogada até o dia 19, o Pan-Amazônico tem em sua programação palestras e mesas-redondas, nas quais serão abordadas discussões técnico-científicas e de gestão sobre temas ligados ao paciente, diagnóstico, prevenção, tratamentos, cuidados paliativos, ética e bioética.

Critérios 
 É obrigatório que o relator do trabalho esteja inscrito no congresso, para que o resumo seja submetido à avaliação. Cada inscrição dá direito à submissão de até dois resumos como autor principal/relator.

“A expectativa dos trabalhos científicos são trabalhos desenvolvidos no ambiente científico no Amazonas e fora do Amazonas em Oncologia nas suas diferentes faces, considerando a sua multidisciplinaridade”, disse a presidente do congresso e diretora de Ensino e Pesquisa, Kátia Torres.

As áreas temáticas em que os congressistas podem trabalhar nos projetos são bases biológicas e moleculares das neoplasias; cirurgia oncológica; oncologia clínica; tratamento multimodal do câncer; e  multidisciplinaridade em Oncologia.

Para serem aceitos no congresso, os trabalhos científicos devem seguir critérios de originalidade e atualidade do tema; adequação das partes do resumo e clareza do texto; relevância do conteúdo para a Oncologia e áreas afins; e adequação do método aos objetivos propostos. No caso de projetos que envolvem pesquisas com seres humanos, devem obedecer aos preceitos éticos previstos na Resolução CNS nº 466/2012 e Carta Circular nº 166/2018-Conep (Comissão Nacional de Ética em Pesquisa).

Cada trabalho deve ter um autor principal e até sete co-autores. Todos os resumos podem ser submetidos exclusivamente pelo sistema online no site do congresso, o panamazonicodeoncologia.com.br, na área trabalhos científicos.

Nesta edição, todos os resultados de trabalhos de iniciação científica da FCecon serão publicados no Pan-Amazônico.

Avaliação - Um comitê científico formado por profissionais com experiência em pesquisa clínica e de diversas áreas do conhecimento vão avaliar os trabalhos, que terão visibilidade.

“Esses estudos aprovados vão ser publicados no congresso na forma de banner eletrônico. Vai ter exposição com horários específicos para os pesquisadores-expositores apresentarem para uma banca avaliadora. Os resumos também serão publicados nos anais do evento e em uma edição suplementar no site da Revista Brasileira de Oncologia, vinculada ao Inca (Instituto Nacional de Câncer). Então, é uma oportunidade que dará visibilidade e vai gerar peso nos currículos dos pesquisadores”, avalia Kátia Torres.

Inscrições – As inscrições para participar do congresso continuam abertas pelo site do Pan-Amazônico, onde há informações sobre as palestras, mesas-redondas, eventos paralelos e todas as normas para submissão de trabalhos científicos.


Via SECOM

Postagem Anterior Próxima Postagem