Pátria Amada Brasil

Pátria Amada Brasil
Governo Federal

Foi o Movimento Indígena ou Mercenários Bancados por ONGs que Invadiram o Prédio da Sesai?



No dia 6 de dezembro de 2013 a Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib) paralisou a 5ª Conferência Nacional de Saúde para invadir o Palácio do Planalto e agredir a guarda presidencial e eu, Paulo Apurinã, que nada tinha a ver com tal situação tive que responder um processo na Justiça Militar de Brasília. Sozinho e sem ajuda de ninguém provei minha inocência. 

Invasão da Sesai não tem reivindicação séria
Hoje durante a invasão, sem justificativa nenhuma, da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), fomentada mais uma vez pela Apib de Sonia Guajajara e suas ONGs ligadas ao Partido do Trabalhadores (PT), a Índia Kayna Munduruku teve o braço cortado. 

A Secretária Especial de Saúde Indígena, Silvia Waiãpi, esta colocando ordem na Sesai e acabando com a mamata dos ongueiros ligados ao PT e esse é o real motivo de tanto ódio contra a mesma.

No voo que vim para Brasília no sábado (10) as parentes me disseram que a ONG ISA pagou as passagens delas. 

Com que interesse as ONGs estão financiando essa marcha das mulheres indígenas? 

Sônia Guajajara e as ONGs ligadas ao PT tem que responder criminalmente pelos seus extensos crimes. 

Sonia Guajajara defende a legalização da maconha porque alguns de seus familiares respondem por cultivo e contrabando de maconha no Estado do Maranhão.


Veja o momento da invasão da Sesai no vídeo abaixo:





Até quando esses criminosos ligados a ONGs ficarão impunes?


Com a palavra a Polícia Federal, o Ministério Público Federal e a Justiça Federal.
Tecnologia do Blogger.