Pátria Amada Brasil

Pátria Amada Brasil
Governo Federal

Ativista sueca sai em viagem em veleiro de Londres a Nova York sem poluir o ambiente.

A adolescente da Suécia partiu nesta quarta-feira (14) para uma viagem de duas semanas pelo Oceano Atlântico num barco sem combustível e sem banheiro.

Alguns vão para onde o vento sopra. Greta Thunberg tem passos mais estruturados. A ativista recebeu convite para uma conferência da ONU sobre o clima nos Estados Unidos, mas tinha um problema: ela não viaja de avião - um baita poluidor.

A solução foi ir pelo mar. Os painéis solares e as turbinas submarinas vão gerar toda a energia do barco. O veleiro Malizia não queima nenhum combustível sujo; o motor a diesel é só para o caso de necessidade.

O balde é o banheiro do barco sem aquecedor, fogão ou chuveiro. Greta, o pai e os tripulantes vão retirar o sal para beber a água do mar. Ela conta que não precisa de conforto e acha que, no máximo, vai ficar enjoada.

Mas o que revira o estômago dela é o aquecimento global. Greta começou a faltar às aulas às sextas-feiras em 2018 para cobrar de governantes ações contra as mudanças climáticas e desencadeou um movimento mundial infanto-juvenil de greve pelo clima.

Greta partiu nesta quarta do Reino Unido para a viagem de duas semanas. Ela já foi chamada de “musa do apocalipse” pelos conservadores mais radicais. A resposta dela foi a seguinte: “Ninguém precisa ouvir as crianças, mas todos têm que escutar a ciência”.

O capitão lembrou que nem todo mundo tem condições de viajar de barco, mas cada um pode fazer pequenos gestos pelo meio ambiente.

A menina de 16 anos tem tudo para chegar como um furacão nos Estados Unidos. Donald Trump é um dos que duvidam dos alertas dos maiores cientistas do mundo. A recepção do presidente americano pode não ser calorosa, mas não é esse clima que preocupa Greta.

Via G1


Tecnologia do Blogger.