Em “Cessão de Tempo” solicitada pelo deputado estadual Adjuto Afonso (PDT), o presidente do Sistema OCB/AM, José Merched Chaar, fez uma explanação sobre o funcionamento do cooperativismo no País, além de ressaltar a importância dos projetos contínuos no Estado. Chaar também observou que o cooperativismo gera trabalho, emprego, renda e confirma sua importância socioeconômica para o desenvolvimento estratégico do País.

De acordo com o presidente da OCB, dentre os principais resultados obtidos pelas cooperativas nos últimos anos estão o aumento no ingresso de novos cooperados e o crescimento na geração de empregos diretos. “Estamos na contramão do desemprego! Geramos, entre 2014 e 2018, cerca de 18% a mais de postos de trabalho, bem mais do que os outros setores econômicos. Segundo o IBGE, a empregabilidade brasileira, no mesmo período, cresceu apenas 5%. Tanto que o número de cooperados, ou seja, que trabalha por um país melhor, também cresceu e o percentual é de encher os olhos: 15%”.

O presidente da OCB destacou o trabalho das cooperativas educacionais, assinalando que elas foram idealizadas em razão do descontentamento com o ensino público e particular, no que se refere aos parâmetros de qualidade de ensino. “Em 2018 o setor totalizou 265 cooperativas confirmando a tendência de decréscimo dos últimos anos. Por outro lado, o número de associados aumentou 6% entre 2010 e 2018 e o de empregados 2% no mesmo período”.

Merched também citou o trabalho executado pelas cooperativas de transporte, que nasceram como caminho para a organização, profissionalização e liberdade dos pequenos e médios transportadores que buscaram neste modelo societário condições para exercerem sua profissão de forma digna e economicamente viável. Segundo ele, o cooperativismo de transporte é um dos que mais crescem no país. “Em âmbito nacional, o ramo Transporte já ultrapassou a marca de 1.300 cooperativas registradas no Sistema OCB, com um quadro social de mais de 98 mil cooperados”.

O presidente do Sistema OCB/AM ressaltou ainda que, desde 1941, as cooperativas promovem a prestação de serviços de infraestrutura básica ao seu quadro social com o objetivo de prover recursos para a melhoria da qualidade de vida e o pleno desempenho de suas atividades.

Por fim, Merched aproveitou para agradecer a todos pelo empenho em desenvolver o cooperativismo brasileiro e para pedir que continuem olhando com o cuidado que essas atividades merecem. “Nós já fazemos muito social, e, economicamente falando, queremos e podemos fazer muito mais. Por isso contamos com o apoio de cada parlamentar desta Casa para esse sistema de trabalho”, disse.


Via: Diretoria de Comunicação



Postagem Anterior Próxima Postagem