A proposta de redução da alíquota do Imposto de Importação (II) de 16% para 4% para bens de informática, de telecomunicações e de jogos eletrônicos, anunciada pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL), foi criticada nesta terça-feira (18) pelo deputado estadual Fausto Jr (PV). Segundo o deputado, a medida causará a demissão de mais de seis mil trabalhadores das fábricas de produtos de informática e celulares instaladas em Manaus. “Se a proposta sair do papel, nossas fábricas perderão competitividade, gerando um tsunami de demissões”, afirmou Fausto.

Embora, até o momento, exista apenas a proposta de redução do Imposto de Importação, a medida já afeta o setor industrial amazonense. “Quem vai investir nas fábricas de celulares e componentes em Manaus se não existe certeza sobre o futuro das empresas?”, questionou o deputado.

Fausto Jr. disse que estão vendendo uma ilusão para a população, que acha que haverá redução de preço nos produtos de informática e celulares. “Querem que a população brasileira fique contra a Zona Franca”, criticou o deputado. “A verdade é que não haverá redução de preço para os consumidores. O único impacto será contra a Zona Franca de Manaus”, acrescentou.

O deputado lembrou da situação difícil da arrecadação fiscal do Amazonas. “Estamos passando por uma queda na arrecadação de impostos. Se mais empresas fecharem as portas, corremos o risco de afundar economicamente”, alertou o deputado.

Fausto Jr. conclamou os deputados federais e estaduais do Amazonas a unirem esforços para defender a Zona Franca de Manaus. “Temos que ficar atentos e unidos para evitar que os ataques à ZFM causem prejuízos ao Amazonas”, ressaltou. “É a vida econômica do Estado que está em jogo”, concluiu.


Via: Assessoria do Deputado 

Postagem Anterior Próxima Postagem