Pátria Amada Brasil

Pátria Amada Brasil
Governo Federal

Governo do Amazonas garante pagamento às empresas médicas



O Governo do Amazonas reuniu-se nesta terça-feira (18/06) com representantes das empresas médicas que prestam serviços para a área da saúde e garantiu que o acordo de pagamento está mantido. Nesta quarta-feira (19/06), parte do pagamento de abril está sendo repassado e, até o próximo dia 28, o mês estará todo liquidado. 

A reunião foi realizada na Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz), com a presença do secretário estadual de Saúde, Rodrigo Tobias, e de Fazenda, Alex Del Giglio, além de membros do Sindicato dos Médicos do Amazonas (Simeam). “A reunião foi muito satisfatória, tendo em vista que a pauta foi específica sobre a questão de pagamento, entende-se também que ter esse apoio do governo a respeito do diálogo com as empresas médicas, sobretudo, é importante para a gente, pois entendemos que os médicos e as cooperativas são importantes para o sistema de saúde funcionar”, disse Rodrigo Tobias.

A Susam informa que vem mantendo os pagamentos do ano corrente e que já pagou duas parcelas de 2018 para as empresas de serviços médicos, parte delas com o uso do Fundo de Fomento ao Turismo, Infraestrutura, Serviços e Interiorização do Desenvolvimento do Amazonas (FTI) autorizado pela Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam). 

Diálogo aberto 

Alex Del Giglio reforçou o compromisso do diálogo aberto que o Governo mantém, desde o início desta gestão, com as empresas médicas para tratar da liquidação de pendências financeiras de exercícios anteriores e do ano vigente. Os dois secretários e médicos terão uma próxima reunião no dia 5 de julho para discutir ajustes no calendário de pagamento.

Do encontro fechado, deveriam participar apenas as partes diretamente interessadas para otimizar os procedimentos. Não integrava a lista de componentes o deputado Wilker Barreto, que tentou impor sua presença no encontro reservado. Diante da atitude que foge aos padrões republicanos de negociação, o secretário de Fazenda negou-se a receber o parlamentar naquele momento, mas se dispôs a atender a demanda do representante do legislativo em data a ser marcada futuramente.

No final, as empresas saíram satisfeitas da reunião. A presidente do Simeam e sócia da cooperativa Imed, Patrícia Sicchar, disse que a reunião foi positiva. “Ficou acordado que parte da dívida de abril será quitada amanhã, e a outra parte as empresas receberão no dia 28, completando todo o mês de abril, sendo liquidado. Isso é um ponto positivo. E no dia 5 de julho, já ficou acordado, que haverá nova reunião, com todas as empresas médicas e os dois secretários novamente. Abriu-se esse diálogo muito importante. Foi um reunião muito produtivo, com diálogo e respeito”.

A Susam considera que o único mês em atraso é abril, que será pago até o dia 28. O faturamento só é feito no mês seguinte à prestação do serviço e a lei define 30 dias para pagamento a partir da entrada no protocolo. Ou seja, se emitir a nota em primeiro de junho, a Suam tem até 1º de julho para pagar e a maioria das empresas só dá entrada na nota próximo do dia 15.

Fotos:Cleuton Silva/Secom


Tecnologia do Blogger.