A Câmara dos Deputados deve reverter a decisão do Senado Federal em derrubar o decreto do porte de armas. A declaração é do deputado federal do Amazonas, Delegado Pablo, que acredita que o decreto que flexibiliza as regras para o porte armas será aprovado pelos deputados.


“O direito constitucional de legítima defesa do cidadão de bem não pode ser violado, por isso vamos trabalhar para que o decreto seja revertido na Câmara”, afirmou delegado Pablo.


Ontem (terça-feira) à tarde, o Senado derrubou, por 47 votos a 28, os decretos que flexibilizam o porte de armas no Brasil. Os decretos são uma promessa de campanha de presidente Jair Bolsonaro, que defende a flexibilização das regras para o porte de armas.


“Não queremos dar armas pra ninguém! As regras para adquirir uma arma continuam rígidas e devem ser cumpridas à risca”, explicou o deputado. “Estamos garantindo ao cidadão o direito de ter uma arma em casa, para defesa de sua família”, explicou Pablo. “O decreto não garante o direito ao cidadão andar armado pelas ruas. Estão querendo confundir a população”, ressaltou.


 


Via Assessoria de Comunicação

Postagem Anterior Próxima Postagem